RAPr Top 10 singles Rap Brasil (1º semestre)

Metade de 2015 já foi, e nesse 1º semestre aconteceu diversos lançamentos no Hip Hop brasileiro. Muitos clipes, álbuns e principalmente singles foram divulgados.

Então para não deixar trabalhos bons sem muito destaque, resolvemos fazer uma lista com os singles nacionais que mais curtimos e ouvimos no semestre. Isso também serve pra gente relembrar aqueles sons que gostamos, mas acabamos deixando no esquecimento.

Lembrando que a lista a seguir é do gosto e feeling da nossa redação!

Confira nossa lista abaixo:

#10. “Eu sei”, L-ton REP
Autoprodução*

Abriu o ano! Um motivador desabafo, que nos impulsiona a nunca perder fé, seguir em frente e superar todas batalhas. O som ainda ganhou um vídeo oficial com cenas gravadas em Nova York e Rio de Janeiro.

#9. “Perdeu”, JACKSOM part. LUCCAS CARLOS
Produção: Jacksom, Time Forte, DJ Cia

Som pra night, voz de Luccas Carlos e groove do baixo embalam a canção. A faixa tem uma boa sonoridade, poderia ser mais curta, e se invertesse a ordem dos versos mudaria o clímax.

#8. “Lágrima e Coração”, RFL x BIKO
Produção: Biko, RFL, Marrom (Estúdio Unsom)

Beat, flow, levada e um webclipe estiloso, assim “Lágrima e Coração” é um dos sons que mais curtimos ouvir nesse 1º semestre.

#7. “Tímidos”, TERCEIRA SAFRA part. GODO
Produção: Casp, DJ Caique

Narrativa perfeita de situações que acontecem nas festas do find. O instrumental de Casp e o refrão Godo fazem uma ótima levada.

#6.“Só Vitória”, CACIFE CLANDESTINO
Produção: NeoBeats, Arthur Luna

A cena do RJ criou seu próprio estilo de fazer Rap. Só de você ouvir já sabe que aquele flow e wordplay sem dúvidas é carioca. Até o momento o melhor beat do ano, e essa música fica na mente – cuidado no play!

#5. “O Tempo Passou”, SANT part. MC MARECHAL
Produção: MC Marechal, Damien Seth, Luiz Café

Ritmo x Poesia, aquele clássico som de Rap. Rimas pesadas numa letra biografia, e um refrão pegajoso por MC Marechal. Se ouvir no headphone vai perceber que é um dos melhores beats do ano.

#4. “Grower não é traficante”, TAVN
Produção: ITWE Media, WC Beats

Diferente! Haters dirão que é cópia de A$AP, mas o fato é que quando um som não segue um padrão ele acaba se destacando. Esse som comprova que você pode rimar e cantar no seu flow, basta treinar seu wordplay e métrica.

#3. “Aqueles Olhos”, DOM M
Produção: TBeatz

Música que soe bem no Ipod, no carro, no trabalho e em casa, essa é a sonoridade que produtores e managers buscam ao escolher um single. E quando encontram, o resultado é um só: HIT!

#2. “Boa Esperança”, EMICIDA part. J Ghetto
Produção: Nave, Emicida

Não é nem pelo clipe, e sim pela sonoridade e principalmente pela letra que “Boa Esperança” é uma das melhores músicas do ano. Você pode ter talento pra rimar e compor, mas se não lê e não viaja, bem provável que não escreverá um som assim.

#1. “Invicto”, FILIPE RET
Produção: MãoLee, Duani

Refrão grudante, beat envolvente e uma ótima letra, papo-reto. Essa é nossa track favorita do ano até o momento, só o clipe que merecia um roteiro melhor!

Share

Kommentar hinterlassen

E-Mail Adresse wird nicht veröffentlicht.


*


Share
Share