Com homenagem a Wilson das Neves, LAB apresenta a coleção “Avuá” na SPFW

A grife do Emicida e Fióti levou as ruas para a passarela

Foto: Fotosite

Foto: Fotosite

Drik Barbosa abriu o desfile da LAB na São Paulo Fashion Week 44 (SPFW44). Após a passagem de dois modelos pela passarela, Emicida entra soltando seus versos. Na sequência, mais peças da coleção “Avuá” foram apresentadas.

“Todos nós temos o direito de alçar vôos mais altos, de Avuá”, disse Emicida sobre o conceito da coleção. “Nossa inspiração, está no vôo. Está na possibilidade de sonhar alto. De alcançar novos horizontes. De quebrar paradigmas. Derrubar todas as barreiras que cerca nóis e cada vez voar mais alto. É isso que eu quero que os favelados faça.”

Entre aqueles que desfilaram, os negros eram maioria. Mas havia diversidade. Tudo fugia do padrão tradicional dos desfiles de moda. Novamente, Leandro Roque de Oliveira levou as ruas para o SPFW44.

A música não parou. Fióti manteve o cypher. No meio da “platéia” Kamau surge para dar continuidade. Logo em seguida, Rael tomou posse do microfone e deixou seus versos: “Na rua… é onde os meninos se tornam reis”. E ao mesmo tempo que a funkeira MC Carol entra na “pista”, Coruja BC1 dá as caras para finalizar a música, feita especialmente para ser a soundtrack daquele momento.

O time da LAB foi ovacionado. Tiago Redniggazz, Black Alien, Thaíde, a cantora Iza também fizeram parte do casting de passantes. Ao final, com as luzes apagadas, surge a imagem de lendário Wilson das Neves [morto no dia 26 de agosto, após anos de luta com um câncer]. Novamente os modelos voltam à passarela, juntamente com os artistas da LAB. Emocionado, Emicida agradece.

A pré-venda da coleção “Avuá” começa a ser feita no início de setembro. Veja as fotos AQUI.

Share

Kommentar hinterlassen

E-Mail Adresse wird nicht veröffentlicht.


*


Share
Share